Salvador, 17 de October de 2019
Acesse aqui:                
facebookorkuttwitteremail
Erro
  • Your server has Suhosin loaded. Please follow this tutorial.
FHC e o liberalismo progressista. Por Claudio Guedes
Ajustar fonte Aumentar Smaller Font
Ter, 06 de Agosto de 2019 05:54

Claudio_GuedesPara FHC, o fato de Jair Bolsonaro ter sido eleito é motivo suficiente para poupá-lo de críticas mais duras. Críticas ao seu comportamento execrável como governante e ao seu desgoverno.

Desgoverno que ameaça conquistas obtidas em décadas, pelo país, nos campos sociais, ambientais, científicos e culturais. Para FHC, nosso maior problema são “as Incontinências verbais” do atual presidente.

FHC foi um dos responsáveis pela eleição de Jair Bolsonaro à presidência da República. Inconformado com as derrotas seguidas do seu partido, o PSDB, nas eleições nacionais, FHC apoiou seguidamente a farsa do impeachment de Dilma Roussef, o linchamento do PT pela mídia reacionária e os processos da justiça parcial e instrumentalizada contra o ex-presidente Lula.

Recusou, assim, na prática, o embate democrático entre os projetos de nação defendidos, por um lado, pelas forças políticas liberais de centro-direita (das quais é um expoente) e, por outro lado, pela centro-esquerda liderada pelo PT. Estado mínimo ou estado social-desenvolvimentista? Liberalismo ou social-democracia? FHC optou pelo oportunismo político, crente que os golpes desferidos contra Lula e o PT conduziriam o PSDB, e sua tradicional aliança com o DEM, ao Planalto Central. Deu errado.

Agora, apesar de confrontado por um governo conduzido por um político medíocre, autoritário e desprovido de projeto de nação, FHC aponta que ainda é “cedo para ver se o atual governo logrará retomar o crescimento econômico e praticar políticas inclusivas”.

Cedo? Ou cego? Ainda que reconheça serem os sinais, até agora, “desanimadores”, é crível a uma pessoa minimamente inteligente supor que o atual governo possa implementar políticas inclusivas?

Qual a razão da tolerância de FHC com o governo Bolsonaro? Nada mais, nada menos, que o velho e rançoso oportunismo. FHC apoia a “face” liberal do atual governo. Vê nela a possibilidade de um futuro liberal-progressista para o país.

Acho que tudo não passa de mais um jogo de cena de FHC. Ele sabe, melhor que todos nós, que a política patrocinada pelo “andar de cima” da sociedade brasileira produziu, nas últimas décadas, com breves respiros distributivistas, apenas uma sociedade na qual cinco ou seis famílias concentram uma renda igual a de 100 milhões de brasileiros. Uma sociedade na qual a renda dos 5% da população do topo é equivalente à renda dos outros 95%. Como políticas liberais vão mudar esta brutal realidade? Nunca. FHC o sabe muito bem.

FHC transformou-se nessa bússola imprestável, que não aponta para lugar algum. Um caso para estudo da boa ciência política que, ainda, resiste nas nossas maltratadas universidades públicas.

Quem, em sã consciência, imaginária para o charmoso príncipe da sociologia brasileira um final de vida tão melancólico?

Depois de fracassar como liderança intelectual da social-democracia brasileira, FHC perdeu-se entre as salas luxuosas do Ed. Chopin, no burgo paulistano de Higienópolis, e a vista aristocrática das árvores centenárias da Avenue Foch que desfruta quando frequenta, com assiduidade, a cidade-luz.

Seu partido, o qual liderou intelectualmente por três décadas, abandonou a social-democracia pelo patrimonialismo exacerbado e foi à lama da história guiado por lideranças que hoje são mais citadas, nos jornais, nas páginas policiais que políticas. Partido que acabou controlado por um empresário oportunista e vulgar que hoje busca, com sofreguidão, alcançar a presidência da República com o uso despudorado da máquina pública do estado de São Paulo.

Compartilhe:

 

O MELHOR DO ALDEIA NAGÔ NO SEU EMAIL

CADASTRE-SE EM NOSSO NEWSLETTER:

FOTOS DOS ÚLTIMOS EVENTOS

  • 28.09.19.021Rock Rural Janah e Raul. Casarão. 28 Set 2019
  • 06.03.19.157Patuskada para Exu Bouzanfrain. 06 Mar 2019
  • 05.03.19.138Carnaval no Pelô. Alb 2. 05 Mar 2019
  • 05.03.19.097Carnaval no Pelô. Alb 1. 05 Mar 2019
  • 04.03.19.297-1Ilê Aiyê. Campo Grande. Alb 2. 04 Mar 2019
  • 04.03.19.223Ilê Aiyê. Campo Grande. Alb 1. 04 Mar 2019

Parabéns Aniversariantes do Dia

loader
publicidade

ENSAIOS FOTOGRÁFICOS

GALERIAS DE ARTE

Mais galerias de arte...

HUMOR

  • Sumário_1
  • Categoria: Humor
Mais charges...

ENQUETE 1

Qual é o melhor dia para sair a noite?