Salvador, 23 de junho de 2017
Acesse aqui:                
Banner
facebookorkuttwitteremail
Reforma da residência artística no Pelourinho fica pronta até junho (2017)
Ajustar fonte Aumentar Smaller Font
Ter, 18 de Abril de 2017 15:59

ResidnciaArtstica.ftGeraldoMoniz_3Até junho (2017), o Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC), finaliza a reforma da casa nº22 da Rua das Laranjeiras, no Pelourinho, que vai abrigar a residência artística da Funceb, o Pouso das Artes. São dois apartamentos com quatro quartos para receber 12 artistas do interior baiano, estados brasileiros e outros países. “Revisamos sistemas elétricos e hidráulicos, colocamos novos pisos, revimos a estrutura, recuperamos lajes e restauramos portas e janelas”, explica o diretor geral do IPAC, João Carlos de Oliveira. Nesta semana (17 a 21) serão colocados forros de madeira nos banheiros e cozinha.

Restaurada pela Companhia de Desenvolvimento Urbano (Conder), a fachada estará pronta segunda-feira (24). “Além dessa casa, o governo estadual faz a manutenção das fachadas dos imóveis do Pelourinho seguindo a política de valorização do território tombado do Centro Histórico”, diz o diretor do Centro Antigo de Salvador (Dircas/Conder), Maurício Mathias. A Dircas requalifica também 267 ruas, praças e calçadas com investimento de R$ 124 milhões. “A Conder reformou igualmente a Praça Pastores da Noite do IPAC, utilizada por iniciativas socioculturais como o Projeto Mandinga que ocupa outra casa do IPAC na Rua das Laranjeiras atendendo crianças, adolescentes e adultos”, completa João Carlos. Veja como ficou a praça: https://goo.gl/RduW6w.

CACHOEIRA e PROJETO AXÉ “Após o término das obras faremos licitação para móveis e equipamentos eletrodomésticos”, adianta a diretora da Funceb, Fernanda Tourinho. Os órgãos fizeram parceria para residência artística na Casa do IPAC em Cachoeira, cidade tombada como Patrimônio do Brasil em 1971. “A cooperação Funceb/IPAC, faz com que a Bahia entre nos mapas das residências artísticas nacional e internacional, além de implementar o intercâmbio entre capital e 27 territórios baianos”, lembra Fernanda. A residência atende ainda as conferências setoriais e estaduais de Cultura na Bahia, os Planos Setoriais das Artes e Plano Estadual.

Na mesma Rua das Laranjeiras o IPAC apoia o Projeto Axé que ocupa cinco imóveis do órgão há 21 anos. A cessão das casas representa apoio financeiro ao Axé de R$ 96 mil por ano, já que o valor de mercado do aluguel dessas casas é de R$ 8 mil/mês. Em troca, o projeto atende gratuitamente crianças e adolescentes em situação de risco social com ações pedagógicas de música e artes visuais. “Ao capacitar jovens com arte-educação em situação de vulnerabilidade social para inserção no mercado de trabalho, o Projeto Axé salva vidas”, finaliza João Carlos do IPAC.

, facebook ‘Ipacba Patrimônio’ e 'Fundação Cultural do Estado da Bahia', instagram ‘@ipac.patrimônio’ e twitter ‘@ipac_ba’.

Compartilhe:

 

O MELHOR DO ALDEIA NAGÔ NO SEU EMAIL

CADASTRE-SE EM NOSSO NEWSLETTER:

FOTOS DOS ÚLTIMOS EVENTOS

  • 21.06.17.079Sarau com Inúdidùn e Portela. Abloca. 21 Jun 2017
  • 17.06.17.143Festa Nozmoskada (Lebowski) e Chupito. 17 Jun 2017
  • 17.06.17.087B Day do Chefe. 116 Gráus. 17 Jun 2017
  • 14.6.17.058SNP. Som na Praça. Lebowinsky. 14 Jun 2017
  • 14.06.17.058Ana Carmo e Re Verbera. Chupito. 14 Jun 2017
  • 11.06.17.262Diretas Já. Fora Temer. Alb.2, 11 Jun 2017

Parabéns Aniversariantes do Dia

loader
publicidade

GALERIAS DE ARTE

HUMOR

  • Golpe_1
  • Categoria: Humor
Mais charges...

ENQUETE 1

Qual é o melhor dia para sair a noite?