Salvador, 14 de October de 2019
Acesse aqui:                
facebookorkuttwitteremail
Erro
  • Your server has Suhosin loaded. Please follow this tutorial.
A lembrança de Nelson Maleiro em evento no Instituto Histórico
Ajustar fonte Aumentar Smaller Font
Ter, 22 de Agosto de 2017 17:38

Nelson_MaleiroA Associação dos Amigos de Nelson Maleiro, um dos ícones do Carnaval da Bahia, comemora 21 anos de existência e para marcar a data o Instituto Geográfico e Histórico da Bahia-IGHB promove na terça feira 28/08 um evento onde a associação prestará contas à sociedade sobre a sua militância cultural, no ensejo palestrantes discorrerão sobre a personalidade do “Gigante de Bagdá” e a sua importância na cultura popular da Bahia.

 O evento a ser realizado no salão nobre da casa, a partir das 15h, contará com a participação do professor Leonardo Mendes, autor do livro “Nelson Maleiro. O Gigante das mil e um criações”; o escritor e jornalista Nelson Cadena, autor do livro “História do Carnaval da Bahia -130 anos do Carnaval de Salvador”; o historiador Jaime Nascimento e mais a professora Ivete Lima que preside a Associação dos Amigos de Nelson Maleiro e Ivan Lima, memorialista e pesquisador da cultura popular.

 Nelson Maleiro

Nelson Maleiro, homem de muitos talentos, é um dos ícones do Carnaval da Bahia, reconhecido através de Decreto-Lei que instituiu a passarela do Campo Grande com o seu nome em 2011. Maleiro foi o fundador de dois blocos carnavalescos que marcaram, época: Mercadores de Bagdá, fundado em 1950 e Cavaleiros de Bagdá, em 1960. Além de sua liderança Maleiro se destacou como músico, tocava sax tenor, bongo e timbais; na fabricação de instrumentos de percussão e na confecção de carros alegóricos para seus blocos e também para terceiros, Os Internacionais, por exemplo.

 Nelson Maleiro foi também um ícone das festas populares, participando da organização de Ternos de Reis e liderando grupos musicais nas festas do Bonfim e de Iemanjá. Nesta última Maleiro chegou a confeccionar o presente principal. E na televisão foi o primeiro negro a ter protagonismo, no badalado programa “Escada para o Sucesso” da TV Itapoan, na década de 1960, apresentado por José Jorge Randam. O papel do gigante de Bagdá era “gongar” os calouros que desafinavam, os telespectadores aguardavam com expectativa o close das câmeras no gigante, trajado a rigor, para a ingrata missão.

Compartilhe:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

O MELHOR DO ALDEIA NAGÔ NO SEU EMAIL

CADASTRE-SE EM NOSSO NEWSLETTER:

FOTOS DOS ÚLTIMOS EVENTOS

  • 28.09.19.019Rock Rural Janah e Raul. Casarão. 28 Set 2019
  • 06.03.19.098Patuskada para Exu Bouzanfrain. 06 Mar 2019
  • 05.03.19.141Carnaval no Pelô. Alb 2. 05 Mar 2019
  • 05.03.19.050Carnaval no Pelô. Alb 1. 05 Mar 2019
  • 04.03.19.220-1Ilê Aiyê. Campo Grande. Alb 2. 04 Mar 2019
  • 04.03.19.200Ilê Aiyê. Campo Grande. Alb 1. 04 Mar 2019

Parabéns Aniversariantes do Dia

loader
publicidade

ENSAIOS FOTOGRÁFICOS

GALERIAS DE ARTE

HUMOR

  • Abertura das Olimpiadas_1
  • Categoria: Humor
Mais charges...

ENQUETE 1

Qual é o melhor dia para sair a noite?