Salvador, 11 de May de 2021
Acesse aqui:                
Banner
facebookorkuttwitteremail
Erro
  • Your server has Suhosin loaded. Please follow this tutorial.
Carta Aberta ao Jornal A Tarde, por Márcio Meireles
Ajustar fonte Aumentar Smaller Font
Cidadania
Qui, 14 de Agosto de 2008 10:02
Dirijo-me a vocês através desta carta aberta porque acredito que alguns valores podem ser preservados e um jornal como A TARDE tem história e patrimônio para reagir ao desmoronamento dos princípios éticos que devem
reger a imprensa, serviço público e "quarto poder".
CARTA ABERTA AOS SENHORES SYLVIO SIMÕES, FLORISVALDO MATTOS E EDIVALDO BOAVENTURA

Prezados amigos,

Os poderes trazem responsabilidade. E o poder de um jornal é o de construir uma sociedade mais justa através da informação, da difusão de opiniões, do questionamento, da cobrança, da reflexão. Não acredito que a nota "Namoro pára o trânsito", publicada no último sábado (2/08), na coluna Tempo Presente, seja veículo de nada disso.

Imagino que quem a escreveu deve ter se divertido com o fato. Mas a nota constrangeu uma família, desrespeitou uma mulher, difamou um homem sério.

Esses valores têm sido negligenciados e banalizados nestes tempos que correm. Tempos em que nos queixamos da violência sem percebermos que violência é exatamente a destruição de valores.

Alguém que tem o privilégio de escrever em um jornal deve ser minimamente informado. Logo, devo deduzir que a referida nota tinha a intenção de atacar um homem público, casado, sugerindo que um carro oficial estava sendo usado para encontros amorosos. Acontece que a "bela morena, estilo tropical", a qual o colunista se refere, de forma preconceituosa, é minha mulher, com quem sou casado há doze anos, e a quem convidei para um almoço com os responsáveis por um momento importantíssimo e feliz, a implantação das Câmaras Temáticas para reabilitação do Centro Antigo.

Quis partilhar esse momento com minha companheira, a coreógrafa Cristina Castro, que também é uma artista e personalidade pública. Despedia-me, depois do almoço, antes de entrar no carro para ir trabalhar, às duas horas
da tarde, em frente ao Passeio Público, no local onde carros e táxis costumam parar para que pessoas entrem ou saiam daquele jardim, por uma fração de tempo mínima, necessária para que eu me despedisse, tocando o
rosto de Cristina, e saísse rumo ao meu trabalho.

Qual o propósito da nota apressada e difamatória? Informar à população que o secretário de Cultura usa o carro oficial indevidamente? Seria importante, se fosse verdade. Mas como informação apressada, desqualifica o informante, desacredita a imprensa. E o que gerou? O constrangimento da minha família e amigos. O desrespeito a uma artista, ao colocá-la no anonimato de adjetivos com nuances de preconceito machista, e a uma mulher, por promover sua exposição como esposa traída por ela mesma. Além da difamação de alguém que tem princípios, como os senhores sabem, por me conhecerem há muito tempo - e é justamente por esse motivo que os escolhi como destinatários desta carta.

E porque acredito que os meios de comunicação não podem deixar de ser um serviço de utilidade pública, um instrumento de construção, para se tornar um veículo de ataques pessoais.

Não tenho problemas em ver meu trabalho criticado. Acredito que as críticas servem para que se possa fazer melhor o que se faz. Acredito firmemente que a imprensa tem um papel fundamental, na sociedade, como poder público de acompanhamento e controle do que é publico. Estou sempre disposto a debater as políticas da Secretaria, seus programas e ações, aprender com as críticas e estar atento para as falhas e para os caminhos apontados pelas notícias e artigos. Mas, num mundo em que são tão poucas as coisas ainda confiáveis,
não deixem que a imprensa, ou pelo menos A TARDE, abandone a luta por valores e pela não violência.

Atenciosamente,

Márcio Meirelles - cidadão

Compartilhe:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

O MELHOR DO ALDEIA NAGÔ NO SEU EMAIL

CADASTRE-SE EM NOSSO NEWSLETTER:

FOTOS DOS ÚLTIMOS EVENTOS

  • 24.02.2020.421Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 4. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.299Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 3. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.235Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 2. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.053Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 1. 24 Fev 2020
  • 24.02.20.157Mudança, Magary, Motumbá. C. Grande. 24 Fev 2020
  • 24.02.20.027Didá & Respeita as Minas. Campo Grande. 24 Fev 2020

Parabéns Aniversariantes do Dia

loader
publicidade

GALERIAS DE ARTE

Mais galerias de arte...

HUMOR

  • Impeachement_1
  • Categoria: Humor
Mais charges...

ENQUETE 1

Qual é o melhor dia para sair a noite?