Salvador, 24 de October de 2020
Acesse aqui:                
facebookorkuttwitteremail
Erro
  • Your server has Suhosin loaded. Please follow this tutorial.
Dança
Calendário de Eventos help
Weekly View
Ver por Semana
Daily View
Veja Hoje
Categories
Ver por Categorias
Search
Buscar
Solo Vozes do Cruzêro
Domingo 08 Dezembro 2019, 18:00

Acessos : 195

O ator-sambador e pesquisador em tradições da Zona da Mata Norte pernambucana, Lineu Gabriel estreia no dia 22 de novembro seu segundo solo Vozes do Cruzêro, na Casa Preta Espaço Cultural, localizado no bairro Dois de Julho. O espetáculo integra a sua pesquisa de doutorado, realizada sob orientação de Sonia Rangel, e fica em cartaz até 08 de dezembro, sempre de quinta-feira a sábado, às 19h, e domingo, às 18h. Os ingressos estão à venda na plataforma Sympla.
A montagem tem como imagem-motor o Caboclo do imaginário da Mata Norte pernambucana e acontece no espaço-tempo condensado do cruzêro. Cruzêro é um tempo-lugar onde diferentes caminhos encontram-se. Mesclando linguagens da dança, do teatro e da performance, cria-se um ritual cênico e festivo que celebra o fazer artístico dos sambadores, brincadores e maracatuzeiros pernambucanos.
Vozes do Cruzêro traz para o palco um universo poético inspirado no Caboclo desta região pernambucana, que concentra inúmeras expressões artísticas e religiosas, como o Cavalo Marinho, o Caboclinho, o Maracatu de Baque Solto, a Jurema Sagrada, entre outras. Por meio das toadas, lôas, pisadas e trupés o ator-sambador tece sua cena e apresenta fragmentos de memórias que compõem o percurso que o conduziu à Zona da Mata Norte.
Durante o processo criativo, Lineu Gabriel deparou-se com vivências profundas, vividas na infância quando visitava o centro umbandista dirigido por seu avô. “A imagem dele vestido todo de branco indo ao centro sempre me impressionou muito. Cresci tomando banhos de ervas, aprendendo a respeitar essa religião que não era a mesma dos meus vizinhos” recorda Lineu.
A dramaturgia foi construída a partir da noção de Figura, terminologia dinâmica e contemporânea emprestada do Cavalo Marinho, em oposição à noção de personagem da tradição teatral. “Por mais de uma vez tentei construir um texto com começo, meio e fim, porém só consegui avançar na dramaturgia quando compreendi que deveria compor células dramatúrgicas independentes”, explica o ator.
A concepção do cenário e dos objetos de cena tiveram como ponto de partida a arrumação (vestimenta) do caboclo de lança do Maracatu de Baque Solto, que vai se transformando ao longo das cenas e compondo a cenografia gerando diversas imagens. Ao chegar em uma encruzilhada vazia, o caboclo – aos poucos - a preenche não só de objetos mas também de histórias, danças, cantos e rezas.
A sonoridade, a musicalidade e o léxico característico das expressões artísticas e religiosas da Zona também influenciaram a dramaturgia. Nessa montagem, Lineu traz ao palco a Rabeca, principal instrumento melódico do Cavalo Marinho pernambucano, que é considerado uma das principais escolas de rabeca do Brasil. A trilha sonora original é composta por Cláudio Rabeca, experiente rabequeiro, compositor e integrante do Cavalo Marinho Estrela de Ouro.
Pesquisa
O espetáculo é um dos resultados da pesquisa de doutoramento pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da UFBA (PPGAC/UFBA) de Lineu Gabriel. Com orientação da Prof.ª Drª Sonia Lucia Rangel e bolsa da CAPES, o projeto investiga os fundamentos de seu processo criativo em artes cênicas fundamentado no diálogo com expressões artísticas e religiosas da Zona na Mata Norte de Pernambuco.
Vozes do Cruzêro é alimentado pelas minhas vivências junto aos brincadores e seus modos particulares de organizar o fazer artístico. São memórias cheias de cheiros, permeados pela cumplicidade de madrugadas compartilhadas de samba e poeira”, descreve o ator, que compartilha memórias de muitos carnavais brincando junto ao Leão de Ouro de Condado (Maracatu de Mestre Biu Alexandre).
Foi integrante do Grupo Peleja desde a fundação (2003) até o encerramento das atividades do grupo (2015). Bacharel em antropologia e mestre em Artes pela Unicamp. Como antropólogo integrou a equipe do Inventário Nacional de Referências Culturais do Cavalo Marinho (IPHAN/FUNDARPE), processo que culminou no reconhecimento desta manifestação cultural como Patrimônio Imaterial do Brasil em 2014.
Ficha Técnica - VOZES DO CRUZÊRO: um brinquedo caboclo de Lineu Gabriel
Encenação: Lineu Gabriel
Orientação: Sonia Rangel
Trilha sonora original: Cláudio Rabeca
Dramaturgia: Lineu Gabriel
Orientação em rabeca: Cláudio Rabeca
Figurino: Luiz Buranga
Adereços: Luiz Buranga, Fabio Soares, Eduardo Albergaria, Stefania Karolina da Silva, Aguinaldo Roberto e Glorinei Leite
Cenário: Joice Aglae e Luiz Buranga
Confecção e preparação em Máscara: Joice Aglae
Direção de Produção: SC Produções (Tacira Coelho)
Produção: Thais Patez
Ilustradora e Designer: Mirela Dantas
Iluminação: Moisés Victório
Comunicação e Gestão de Redes Sociais: Nany Lima
Fotografia: Adeloya Magnoni
Costureira: Saraí Reis
Estúdio de Gravação e Mixagem: Maruim Records - Olinda
Técnico de Gravação e Mixagem: Gabriel Melo
Músicos: Cláudio Rabeca (vozes, rabeca, viola de 10 cordas, guitarra, maracas, pandeiro, baje, mineiro, pisada trupé), Nilton Júnior (vozes, apitos e flautas indígenas), Yuri Rabid (baixo), Fábio Soares (pandeiro, baje, mineiro e pisada) João Paulo Rosa (bombinho, gonguê e mineiro) Ronaldo Souza (Surrões, caixa, póica e apito) e Deco Trombone (trombones)
Rabeca utilizada no espetáculo construída por Cláudio Rabeca (Olinda-PE)

 

Valor R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) / Venda: https://www.sympla.com.br/espetaculo-vozes-do-cruzero__705921

O espetáculo traz para a cena memórias pessoais do ator e pesquisador Lineu Gabriel misturadas a suas vivências com brincadores da Mata Norte pernambucana.

Localização  Casa Preta - Dois de Julho
Rua Areal de Cima, 7 - Dois de Julho
Brasil/Bahia/Salvador
40060-220

Compartilhe:

Voltar

O MELHOR DO ALDEIA NAGÔ NO SEU EMAIL

CADASTRE-SE EM NOSSO NEWSLETTER:

FOTOS DOS ÚLTIMOS EVENTOS

  • 24.02.2020.434Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 4. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.360Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 3. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.127Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 2. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.101Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 1. 24 Fev 2020
  • 24.02.20.231Mudança, Magary, Motumbá. C. Grande. 24 Fev 2020
  • 24.02.20.093Didá & Respeita as Minas. Campo Grande. 24 Fev 2020

Parabéns Aniversariantes do Dia

loader
publicidade

ENSAIOS FOTOGRÁFICOS

HUMOR

  • Golpe_1
  • Categoria: Humor
Mais charges...

ENQUETE 1

Qual é o melhor dia para sair a noite?
 

Compartilhe: