Salvador, 24 de September de 2021
Acesse aqui:                
facebookorkuttwitteremail
Erro
  • Your server has Suhosin loaded. Please follow this tutorial.
Teatro
Calendário de Eventos help
Weekly View
Ver por Semana
Daily View
Veja Hoje
Categories
Ver por Categorias
Search
Buscar
Espetáculo On Line Xô Xuá – Um Samba para Riachão
Sábado 19 Junho 2021, 20:00

Acessos : 160

Os amantes do samba têm a oportunidade de matar a saudade da irreverência do baiano Clementino Rodrigues, através do musical "Xô Xuá – Um Samba para Riachão". Com texto da premiada dramaturga Ilma Nascimento, a Cia de Teatro Arte Sintonia homenageia o compositor, cantor, ator e um dos mais respeitados sambistas do país.

O espetáculo estreou no dia 13 de maio de 2021 e foi assistido por mais de 500 espectadores. Agora, volta aos palcos virtuais, a pedido do público, contando e cantando a história do aclamado cronista musical da Bahia. As novas exibições acontecem nos dias 19 e 20 de junho, através da plataforma Sympla.

O musical traz momentos marcantes da história dessa personalidade e canções popularizadas por diversos cantores.  O texto se desenvolve a partir de um encontro com um jornalista que deseja escrever um livro sobre o samba na Bahia.

Atendendo aos protocolos da Organização Mundial de Saúde para combate à pandemia do COVID-19, o musical foi gravado oferecendo um mergulho na história de Riachão.

Por que trazer a história de Riachão para o palco?

A Cia de Teatro Arte Sintonia formada em 1999 tem buscado homenagear cantores e compositores nacionais em suas últimas produções, tornando-se um grupo especializado em musicais. Foi assim em "Zona Contaminada", homenageando Cazuza, "Pedaço de Mim", trazendo as canções de Chico Buarque e em "Se Acaso Você Chegasse" , enaltecendo Elza Soares.

O diretor Antônio Marques conta que homenagear Elza Soares, foi o gatilho principal para “nos impulsionar enquanto artistas, negros a buscarmos nossos pares, nossas referências e nos firmarmos enquanto um grupo de teatro musical negro”, explica.

Seguindo esse raciocínio, a Cia decidiu continuar o projeto de produzir musicais autorais que enaltecessem também a negritude brasileira. “Optamos por homenagear Riachão, por ser nosso conterrâneo, por assim como Elza ser um artista de certa forma que não teve e nem tem o reconhecimento merecido pelo conjunto da sua obra”, afirma Marques.

Um artista com a genialidade de Riachão, um compositor com mais de 500 músicas e que só teve durante toda a sua carreira três discos gravados é algo no mínimo questionável, dentro dessa cultura brasileira, que por mais retinta que seja em todas as suas influências, insistem em ser branca”, completa o diretor.

Antônio Marques e a Cia Teatro Arte Sintonia chegaram a convidar o artista para assistir ao espetáculo "Se Acaso Você Chegasse", informando ao Sambista que ele seria o próximo homenageado do grupo. “Infelizmente ele não conseguiu assistir ao espetáculo, mas obteve conhecimento de que uma Cia de Teatro da cidade dele, que ele tanto cantou e amou, estaria montando um espetáculo em sua homenagem”, lamenta o diretor.

O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FunceB), pelo Programa Aldir Blanc Bahia, via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Os ingressos são limitados e estão a preços populares, disponíveis para compra na plataforma Sympla.

O Gênio do Samba

Clementino Rodrigues foi um dos maiores responsáveis pela consagração do samba na rádio soteropolitana, na década de 1940. Popularmente conhecido como Riachão, o baiano se tornou um dos mais respeitados sambistas do país, com letras que enaltecem a baianidade, os malandros, as baianas do acarajé, os capoeiristas e os assalariados pobres.

Diversos nomes da indústria fonográfica interpretaram as canções de Riachão, a exemplo dos também baianos Gilberto Gil e Caetano Veloso, que elegeram o samba “Cada Macaco no Seu Galho” para celebrar o retorno da dupla do exílio em Londres. A música possui uma letra divertida e com tons de provocação para o contexto da ditadura militar.

Riachão morreu na madrugada do dia 30 de março de 2020, aos 98 anos. Segundo amigos e familiares, o artista estava dormindo e sua morte foi declarada como de causas naturais. O artista sentiu uma pequena dor abdominal, tomou uma medicação e foi dormir. Os familiares só notaram que ele estava sem vida na manhã seguinte ao tentar acordá-lo.

Ficha Técnica:

Texto: Ilma Nascimento

Direção: Antônio Marques

Direção musical: Ronilson Dias

Direção coreográfica: Cristiane Florentino

Preparação vocal: Manoela D’Ávila

Elenco: Denise Correia, Lívia França, Agamenon de Abreu, Clara Paixão, Leonardo Freitas e Gilson Garcia.

Participação especial: Davi Zion (Riachão adolescente).

Realização: Arte Sintonia Companhia de Teatro em parceria com a Sapoti Produtora.

Serviço:

Espetáculo Xô Xuá – Um Samba para Riachão

Quando: 19 e 20 de junho, às 20h (para todos os públicos)

Onde: Plataforma Sympla

Quanto: R$ 10

Ingressos: Plataforma Sympla (www.sympla.com.br/produtor/artesintonia)

@artesintoniacompanhiadeteatro

Contato  Exibição: Plataforma Sympla (www.sympla.com.br/produtor/artesintonia)

Valor R$ 10 : Plataforma Sympla (www.sympla.com.br/produtor/artesintonia)

 

Voltar

FOTOS DOS ÚLTIMOS EVENTOS

  • 24.02.2020.429Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 4. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.305Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 3. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.203Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 2. 24 Fev 2020
  • 24.02.2020.018Desfile Ilê Aiyê. C Grande. Alb 1. 24 Fev 2020
  • 24.02.20.214Mudança, Magary, Motumbá. C. Grande. 24 Fev 2020
  • 24.02.20.002Didá & Respeita as Minas. Campo Grande. 24 Fev 2020

Parabéns Aniversariantes do Dia

loader
publicidade

ENSAIOS FOTOGRÁFICOS

GALERIAS DE ARTE

HUMOR

  • A Justiça brasileira_1
  • Categoria: Humor
Mais charges...

ENQUETE 1

Qual é o melhor dia para sair a noite?
 

Compartilhe: